Oposição preocupada com o Software

72 2021-09-21 13:14:55 Politica
Alguns partidos da oposição apresentaram, ontem, em Luanda, preocupações liga-das ao sistema informático e a gestão do processo de registo oficioso, que inicia na próxima semana.

As preocupações foram apresentadas durante um encontro que o Governo Provincial de Luanda teve com os representantes de partidos políticos, no quadro da preparação do início do registo eleitoral oficioso, na próxima quinta-feira.

A CASA-CE, segundo o secretário para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Marcelino Chivinga, levanta dúvidas sobre a fiabilidade do software e do sistema tecnológico que está a ser usado para a operacionalização do registo eleitoral oficioso. Mas aguarda, com apreensão, a auditoria a ser feita ao software.

A UNITA, na voz do secretário provincial adjunto em Luanda, José Eduardo, diz ser preciso corrigir as insuficiências antes do arranque do processo, uma vez que o partido, mais do que sentir que existirá exiguidade de balcões, dá o benefício da dúvida ao cruzamento de dados do registo entre o MAT e o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos.

O secretário provincial do MPLA para os Assuntos Políticos e Eleitorais, Pedro Viliana, garantiu que, a nível de Luanda, o partido tem todas as condições criadas para a fiscalização do processo do registo eleitoral, porquanto tem já as listas de fiscais completa, apenas aguarda pelo início do processo.

No geral, os partidos políticos e coligações presentes no encontro consideraram que, sanadas as dúvidas, o funcionamento do Balcão Único de Atendimento Público (BUAP) vai marcar um grande avanço no âmbito da governação electrónica a nível da administração pública.

Acreditam que, no futuro, poderá ser possível a operacionalização de outros serviços, nomeadamente a emissão de cartões de munícipes, Bilhete de Identidade, bem como a recolha de dados para a emissão do assento de nascimento e da certidão de óbito.

Clica para ler mais Partilha Agora

Artigos Relacionados